PRÓXIMOS ESPECTÁCULOS : Sandwich & Snack Show (13/03-14/03)Hostelco Barcelona (18/03 - 21/03)

Procurar
Procurar

A história do ramen ao longo do tempo

Photo ramen

Ramen, a deliciosa massa japonesa banhada num caldo saboroso, conquistou o paladar de todo o mundo. No entanto, por detrás desta aparente simplicidade está uma história rica e fascinante que remonta a vários séculos. Da China antiga ao Japão moderno, o ramen percorreu um longo caminho até se tornar um dos pratos mais emblemáticos da cozinha asiática.

Origens ancestrais na China

A história do ramen começa na China, onde já no século III d.C. se comiam noodles semelhantes. Originalmente feitos de farinha de trigo e sal, estes noodles eram frequentemente secos para os preservar. Com o tempo, estes noodles evoluíram para "lamian 老麺", noodles desenhados à mão, ilustrando a intrincada arte de fazer noodles.

Embora os noodles tenham existido numa variedade de formas, os noodles Ramen diferenciam-se dos outros pelo uso de Kansui 鹹水, uma variante de carbonatos de sódio. Este último actua sobre o glúten da farinha de trigo para criar a textura única do macarrão Ramen.  

O aparecimento do ramen no Japão

Documentos antigos indicam que os privilegiados no Japão já estavam a desfrutar de um prato de noodles chamado "Kei Tai Menké" no século XIII. Os noodles eram preparados de forma muito semelhante à atual.

Em 1858, o Japão abriu as suas fronteiras após ter declarado o fim da era dos samurais. Os intercâmbios culturais encorajaram então os chineses a vir para o Japão e a trazer consigo a sua cultura culinária, incluindo o ramen.

No entanto, o verdadeiro ponto de viragem ocorreu em 1910, quando o primeiro restaurante de ramen, Rai Rai Ken, abriu em Asakusa, Tóquio. Diz-se que 12 cozinheiros chineses foram especialmente contratados para preparar os pratos e o restaurante tornou-se tão popular que eram servidas 3.000 doses de Ramen por dia!

O passo seguinte foi o terramoto de Tóquio de 1923, que causou danos consideráveis, dizimando tudo, incluindo os incipientes restaurantes chineses. Mas as empresas reviveram, oferecendo Ramen nos seus carrinhos improvisados, ou Yatai 屋台. Os chefes possuíam as suas cozinhas num carrinho e saíam para vender na rua.

Esta prática manteve-se até ao final da Segunda Guerra Mundial. Até então, o ramen era frequentemente referido como "Shina Soba", ou "macarrão chinês".

Após a Segunda Guerra Mundial, com a aceleração do crescimento económico, a cultura do ramen espalhou-se por outras regiões do Japão. Cada região tem a sua própria cultura e especialidades gastronómicas. O ramen reflecte naturalmente estas características regionais, e o tipo de massa varia de acordo com o tipo de caldo utilizado.

Bol de ramen

Evolução do Ramen

Ao longo das décadas, o ramen deixou de ser uma simples comida de rua para se tornar um verdadeiro fenómeno culinário. Os chefes começaram a experimentar novos sabores, recheios ousados e técnicas de cozedura inovadoras. O ramen tornou-se uma tela em branco para a criatividade, com versões vegetarianas, ramen de marisco e até variantes que fundem influências internacionais. Existem até três restaurantes japoneses de ramen com estrelas Michelin. Guia Michelin.

Muitos chefes não japoneses formados no Japão estão a abrir restaurantes de ramen em todo o mundo. Estão a explorar o seu próprio estilo, utilizando ingredientes locais e respeitando os princípios do ramen aprendidos no Japão.

Máquinas de fazer massa

Photo de la machine à ramen Taisei Type 3

Muitos restaurantes de ramen encomendam o seu próprio macarrão aos fabricantes, utilizando as suas próprias receitas. Mas quando as máquinas de fazer massa de ramen se tornaram disponíveis nos anos 90, os restaurantes independentes começaram a fazer a sua própria massa fresca no local. A máquina permite ao chefe ser criativo e explorar novos horizontes.

A Sushi Robots oferece diferentes tipos de máquinas de ramen.

Hoje e mais além

Em 2023, o mercado de ramen na Europa continua a crescer e a ganhar popularidade. Outrora considerado um prato exótico, o ramen tornou-se um alimento básico em muitos países europeus, atraindo uma vasta gama de consumidores, desde jovens aventureiros culinários a amantes dos sabores asiáticos tradicionais.

Diversificação da oferta

Empresas locais e internacionais também oferecem opções de ramen pré-embalados em supermercados e mercearias. Estes produtos oferecem uma maior comodidade aos consumidores que querem desfrutar da experiência do ramen em casa.

A influência da cozinha de fusão

A cozinha de fusão também continua a desempenhar um papel importante no mercado europeu de ramen. Os cozinheiros estão a fazer experiências misturando ingredientes e sabores de diferentes culturas. É possível encontrar ramen de fusão que incorporam elementos da cozinha europeia, mediterrânica ou mesmo latino-americana, criando pratos únicos e intrigantes.

Crescimento das opções vegetarianas e veganas

A procura crescente de opções alimentares mais saudáveis e sustentáveis também estimulou o crescimento do ramen vegetariano e vegan na Europa. Os restaurantes e as marcas alimentares estão a responder a esta procura oferecendo caldos à base de vegetais, proteínas à base de plantas e recheios ricos em nutrientes.

 

Em conclusão, a história do ramen é uma saga que atravessa o tempo e os continentes. Desde as suas origens humildes na China até à sua transformação num prato complexo e variado no Japão, o ramen incorpora tanto a tradição como a inovação. Estes deliciosos noodles recordam-nos que a cozinha pode ser um poderoso veículo de partilha cultural e de criatividade culinária. Por isso, da próxima vez que mergulhar o seu pauzinho numa tigela fumegante de ramen, lembre-se que está a segurar nas suas mãos uma herança culinária que viajou através dos séculos até chegar ao seu prato.

Para mais informações, toda a equipa da Sushi Robots está à sua disposição. Não hesite em contactar a nossa equipa comercial.

E não hesite em seguir as nossas aventuras nas nossas redes sociais:

Subscrever a nossa newsletter